Sabotadores destruindo a mente das crianças

Ensaio-2020-10-29-Sabotadores destruindo a mente das crianças autistas

Manchete de hoje em uma revista nacional: Menina autista de 9 anos algemada pela polícia durante crise em escola na Austrália. A menina, segundo a mãe, tem diagnóstico de TEA, TDO, Síndr. de Tourette e TDAH. O que está havendo em nosso mundo?

Olá amigos,

Analisem uma situação:

Você acaba de descobrir uma forma super prática e rápida de retirar a rolha de uma garrafa de vinho, usando um isqueiro.

Antes você usava os célebres “saca-rolhas”, alguns deles demandando algum esforço para isso.

Mais tarde, em uma conversa entre amigos, você conta a descoberta, para que todos aprendam essa facilidade.

Pois é!

Muitos entendem, experimentam e passam a usufruir desse novo conhecimento, facilitando essa prática.

Um dos amigos, entretanto, imediatamente reclama:

“Isso, na teoria, é ótimo! Mas na prática não funciona! Onde vou encontrar isqueiro, se não fumo? E se a garrafa que eu comprar, a rolha não sair?”

Pois é, de novo!

Isso se chama “SABOTAGEM”, mas ele não está sabotando a nós, mas também a ele mesmo que, mesmo tendo tomado conhecimento de que existe um método muito simples de realizar a mesma tarefa, mas sem qualquer tipo de esforço, e com muito mais eficácia, prefere se manter acomodado a abrir suas garrafas de vinho com o saca-rolhas antigo, aquele que precisa de muita força, para arrancar a rolha da garrafa.

Vamos, agora, levar essa SABOTAGEM para a criança com TEA.

É a sabotagem no entendimento e acompanhamento da criança como TEA, com TDAH, com TDO, ou qualquer outra síndrome ou transtorno, e que apresenta muitos momentos de agressividade, irritabilidade e inquietação.

Há, hoje, uma infinidade de estudos, à disposição de quem deseja se atualizar, sobre esses sintomas.

Não estamos nos referindo a crianças com patologias psiquiátricas. Estamos nos referindo a crianças com TEA, TDAH, TDO etc.

Essas centenas de estudos, já publicados, mostram que existe uma inflamação cerebral, provocada pela chegada, ao cérebro, pela corrente sanguínea, de proteínas que não deveriam estar ali.

Esses mesmos estudos mostram que essas proteínas passaram para a corrente sanguínea devido a permeabilidade das paredes do intestino, permeabilidade essa provocada por uma coisa chamada DISBIOSE intestinal.

E essa DISBIOSE, então, se tratada corretamente, reduzirá o envio dessas proteínas para o cérebro, reduzirá a inflamação cerebral e, certamente reduzirá os sintomas de agressividade, irritabilidade, inquietação e todos os demais, podendo até eliminá-los completamente, em alguns casos.

Para tratar essa disbiose precisamos, apenas, de um exame clínico completo na criança, para verificar a possibilidade de comorbidades paralelas, como problemas de tireoide, por exemplo, e mais:

Microbiologia de fezes, para eliminar os parasitas que, normalmente, infestam essas crianças;

Exame de ácidos orgânicos urinários, para analisar a necessidade de tratamento;

Exame de intolerância alimentar (IgG Food Map) para que o nutricionista possa preparar a dieta adequada e eliminar o que não é tolerado para essa criança.

Pronto!

Ao falarmos isso, muita gente que tem filho com alguns desses sintomas, ficam super agradecidos e iniciam, imediatamente, a busca pelo acompanhamento correto do seu filho.

Aí vão procurar profissionais que estejam estudando sobre o assunto, como a Nutricionista Anne Karoline Brito, a nutricionista Cláudia Marcelino, o Dr. Aderbal Sabrá, a Dra. Tielle Machado, a Dra. Consolação Oliveira, a Dra. Murielle Urzeda, a Dra. Patrícia Gardenal Epiphani e muitos outros.

Mas sempre tem o SABOTADOR DE SI MESMO que, mesmo tendo um filho autista, diz:

“Vocês não sabem o que é ter um filho agressivo!”. “Falar é fácil! Ficam dizendo para tirar glúten, leite e tudo o mais, mas como, se ele não come nada, quebra tudo, se irrita o tempo todo?” “Só mesmo com muita Risperidona, que, aliás nem faz mais efeito nele, agora o médico já passou para Aripiprazol.” “Hoje ele já está tomando cinco medicamentos controlados” “E nem assim dá jeito!” “Eu mesmo, para dormir, já estou aumentando a dosagem de Rivotril e minha mulher também!”

Bem, amigos, nesse caso, esse pai procurou, e encontrou, o profissional errado, para tratar o filho e para orientá-los.

Enquanto não mudar de médico, nunca saberá que seu filho poderia já estar reduzindo todos esses sintomas e se tronando uma criança igual a todas as demais, ou pelo menos, com muito menos desses sintomas que impede a sua socialização e o seu desenvolvimento.

Mas, a partir do momento em que a informação chega, cada um decide o que fazer com ela.

Uns a experimentam, buscando os profissionais competentes para isso.

Outros se acomodam ao sofrimento diário, se enchem de medicamentos e, breve, estarão todos em desespero existencial irreversível!

Essa é uma das formas de SABOTAGEM, mais negativas, já que interfere diretamente na vida dessas crianças.

Essas mesmas sabotagens nós vamos encontrar na educação, principalmente em nosso país, onde ela chegou ao ponto de podermos mostrar, ao mundo, que nós conseguimos a façanha de sermos, durante os últimos vinte anos, o pior país do mundo em aprendizagem!

Breve falaremos dessa também...

Amigos!

Isso é coisa séria, porque significa resgatar a autonomia e a felicidade de seu próprio filho, em vez de mantê-lo apático, com contenção química permanente, tendo suas possibilidades de desenvolvimento, todas jogadas no lixo. E isso tudo com acompanhamento de profissional que se acha competente...

E as crianças sendo destruídas aos poucos...

Por isso eu peço que compartilhem esse vídeo com seus amigos e conhecidos, mesmo que não tenham autistas na família. Sempre poderemos estar ajudando a mais alguém.

Inscrevam-se em nosso canal, mas eu não peço só para se inscrever, mas para divulgar, para podermos ter o alcance necessário que nos permita salvar mais crianças dessa exclusão social.

E, também, deem o seu LIKE, para que o próprio youtube possa recomendar o canal.

Deixem seus comentários porque lerei todos eles assim que terminarmos. Responderei na próxima LIVE.

Recebam todos um forte abraço.

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O PODER DO CORAÇÃO O coração tem, realmente, alguma coisa a mais do que dizem os livros de biologia e de medicina? XXXXXXX É, amigos! O coração não é, como dizem os livros de biologia e medicina, apen